O Homem Vitruviano – Parte 2…

Publicado: 18 março 2009 em Contos
Tags:, ,

homemvitruviano

…continuando:

Gabriel correu até ela. Sentiu seu pulso. Aproximou-se de seu rosto para ver se ainda respirava. Nada. Nem pulso, nem respiração. Estava morta. O motorista saiu do veículo transtornado. Desequilibrado com o crime que acabara de cometer, colocava as duas mãos na cabeça e chorava. Suas lágrimas se misturavam à chuva, confundindo seu choro com o da natureza.

Gabriel, ainda agachado ao lado do recém-morto, levantou-se, caminhou até o motorista, pousou a mão em seu ombro e disse-lhe calmamente:

– Chame uma ambulância.

Virou as costas e voltou para sua caminhada insólita naquele mundo de cubos e esferas translúcidas preenchidas com pessoas. Alguns passos à frente, percebeu um edifício com ar moderno, destoando do restante das edificações. Entrou.

Logo percebeu se tratar de um museu, onde várias esposições de quadros e esculturas aconteciam simultaneamente. Havia muitas pessoas lá dentro. A grande maioria esperando a tempestade terminar para voltarem para suas vidas. Enquanto caminhava lentamente pelo museu, observando rapidamente uma ou outra obra, enxergava um mar de cubos e esferas.

Adentrou um salão amplo, na parede esquerda, uma placa informava: Exposição Leonardo da Vinci. Tratava-se de desenhos e pinturas feitas a partir dos desenhos originais de Leonardo da Vinci, grande estudioso, inventor e artista do movimento conhecido como Renascimento.

Olhava descompromissadamente até um desenho lhe prender a atenção. Era o “Homem de Vitrúvio” ou “Homem Vitruviano”, um desenho feito por Da Vinci a partir dos estudos do arquiteto romano Marcus Vitruvius. Mas não foi o fato de ter sido um desenho bem elaborado, feito por Leonardo Da Vinci. O que intrigava-lhe era que aquele desenho exprimia exatamente o que acabara de ver, minutos antes, na rua: um homem envolto por um cubo e uma esfera.

O que isto significava? Qual sua relação com aquele desenho do século XV? Será que Marcos Vitruvius tinha essas mesmas visões de pessoas dentro de cubos ou esferas ou as duas simultaneamente?

Continua…

Anúncios
comentários
  1. This! disse:

    Olá, que bom que gosta das minhas histórias, vim aqui avisar que publiquei [finalmente] o final da história Preta de Carvão.
    Obrigada pela atenção.
    Boa leitura
    [agora eu que vou dar uma lida no seu blog.]
    Beijos.

  2. Valeu This!

    Assim que eu tiver um tempinho passo lá pra ler o final.

    E fique a vontade aqui no Expressionando para ler e palpitar sobre textos.

    Abraço!

  3. Marcell disse:

    Demorei um bocado pra ler essa, andei meio sem tempo e tal (essa vida de não-vagabundo é uma droga)…
    Mas voltando ao tema:
    Fiquei interessado. Vamos ver o que a história nos aguarda.
    O protagonista não tentou se olhar pra ver se ele tava num cubo ou numa esfera?
    Abração!

  4. Não, ele estava muito concentrado em seus pensamentos e indagações que não pensou nisso, Marcell.

  5. This! disse:

    Estou gostando da história xD
    Bem diferente, um mistério essas obras dentro de cubos e esferas. xDDD
    viva o Leonardo Da Vinci
    té logo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s