JOGOS TEXTUAIS – Luminus Obscuri – Parte Final

Publicado: 30 abril 2009 em Contos, Jogos Textuais
Tags:, ,

luminus-obscuri-3

“Não sou deus algum!”, digo indignado. “Se você não é um deus, então por que acha que perdeu sua luminosidade e mesmo assim conseguiu sobreviver? Por que acha que consegue ver o que mais ninguém vê? Por que você acha que sente a natureza ao redor e a entende? Meu caro irmão, é chegada a hora de você voltar a ser quem realmente é para finalmente reparar seu grande erro”, Nanki deu um passo em minha direção e, mais rápido do que pude ver, colocou a mão esquerda sobre minha testa.

Depois disso o que vi foi um turbilhão de imagens e conversas…

… Estou apagando a chama de uma imensa esfera com um sopro frio…

… Nanki puxa para si mesmo o resto de chama que não se apagou…

… “QUE FOI QUE VOCÊ FEZ, IKATKI?”…

… vejo um mundo completamente imerso na escuridão…

… mas está repleto de pessoas tristes, tentando sobreviver no escuro…

… Nanki olha pra mim com raiva e dó ao mesmo tempo…

… Nanki está descendo ao planeta, vai entregar a chama do globo às pessoas…

… vejo agora um mundo repleto de pontos brilhantes, acho que são os Lumini…

… “…viverá entre eles para perceber o problema que causou”…

… “…dois mil anos voltarei para ver se compreendeu”…

Tempo presente. Caio sobre meus joelhos, desfazendo-me em lágrimas que não posso conter. Todas aquelas pessoas egocêntricas e mesquinhas, enxergando apenas metros à frente de seus umbigos, vivendo com extrema dificuldade. E tudo pelo meu ato egoísta.

Minhas mãos tocam a terra virgem da montanha que nenhum deles viu. Sinto através do Obscuri, toda a tristeza que causei ao apagar Solari, a esfera incandescente. Levantando-me, digo a Nanki “Sei o que devo fazer, irmão”. Ele, silenciosamente, apóia minha decisão e deixa escapar uma lágrima em seu rosto luminescente.

Dou-lhe um grande abraço, com a ternura e carinho que existe entre dois irmãos e neste ato, toda luminescência dele é transferida a mim. Levanto vôo, deixando-o lá embaixo. Ultrapasso a barreira do som. O vento toca cada centímetro da minha pele, a sensação é maravilhosa. A esfera apagada, antes chamada Solari, aproxima-se cada vez mais, mais, mais e mais até que meu corpo choca-se com o grande corpo celeste.

“Este é o fim de Ikatki, meu querido irmão. Todavia, é o início de uma nova era para Obscuri. Com Solari incandescente outra vez, a vida seguirá como deveria ter sido a dois mil anos”, Nanki termina a frase repleto de felicidade pelo mundo e infelicidade por seu irmão deixar de existir, dois sentimentos antagônicos coexistindo, assim como seu irmão foi, um Luminus por fora e um Obscuri por dentro… Luminus Obscuri.


FIM


Chegamos ao final da Saga de Ygor Slatvorg. Mas espera, não vá embora ainda! Domingo ainda tem a última parte:

Um epílogo de

Luminus Obscuri

no Blackbird

 

Gostaria de agradecer ao Edu, do Blackbird, por ser minha cobaia neste primeiro Jogos Textuais! Valeu Edu! Foi uma ótima parceria!

E gostaria de agradecer a todos que acompanharam a história até aqui! Fiquem atentos, em breve haverão mais Jogos Textuais!

Um abraço a todos!

 

Anúncios
comentários
  1. Lilian disse:

    Não gostei de ter acabado tão logo… acho que poderia ter um enredo bem interessante entre tudo o que ele estava descobrindo antes do final. O final está bem legal… mas achei precoce. É uma pena. Estava gostando da experiência de vcs!!!

  2. Smaily Prado disse:

    É que a criatividade estava se esvaindo.
    E este me pareceu o momento bom para finalizar.
    Precisávamos de tempo pra pensar noutros textos e idéias também.

  3. Gabriel disse:

    Realmente adorei a historia, as ideias expressadas e implicitas dos autores foi bem abrangida em varios pontos da historia, e nela como um todo. Um trabalho que têm-se que “tirar o chapeu”. Ambos foram fantasticos. Aproveitei ao maximo e guardarei essa grande obra. Parabens.

  4. Smaily Prado disse:

    Valeu, Gabriel! Eu e Edu agradecemos enormemente seu apoio e elogios!

    E quanto a guardar a história, assim que o Edu postar o epílogo, irei disponibilizar em arquivo pdf aqui no Expressionando para vcs baixarem, ok?

    Um abração e muito obrigado!

  5. Alexandre disse:

    Ficou demais!!!!!!!!
    Caraca, show de bola!!!!!!!!
    Ficou incrivel o final….
    Se precisar de mais cobaias me avisa.
    Nota 10!

  6. Smaily Prado disse:

    Valeu! Eu e o Edu agradecemos!

    Vou precisar de mais cobaia, mas por enquanto estou meio desanimado para escrever.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s